segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Mostra Cultural

  Dia 7/12 aconteceu a Mostra Cultural organizada pelas 8ª séries, com o objetivo de apresentarm os trabalhos realizados durante o ano.
  De manhã a visitação foi das 5ª, 6ª e 7ª séries e de tarde foi com o pré, 1ª, 2ª, 3ª e 4ª.
  A noite foi a apresentação para os pais. Um dia bem importante para todos!

sábado, 4 de dezembro de 2010

Pesquisa de Campo - A vida dos moradores de Santiago - RS

    Esta pesquisa de campo  foi  elaborada  através de entrevistas, fotografias e pesquisas nos bairros santiaguenses.
   Nessa pesquisa de campo tentamos abordar os problemas de cada bairro, identificando, entrevistando e conhecendo a realidade que afeta a nossa sociedade.
   Durante esse trabalho notamos que não só as casas mais humildes são mal cuidadas, existe também várias casas de classe média alta que estão precisando de reparos.
   Em muitos bairros a situação é precária pois a quantidade de lixo é enorme, e a falta de respeito dos moradores com a sua cidade e o ambiente em que vive também é absurda: crianças brincando no lixo, casas abandonadas, ruas sem calçamentos, terrenos precisando de limpeza, etc...
   Apesar de não realizarmos o trabalho à noite, ouvimos muitas reclamações com relação a falta da iluminação pública.
    De quem é a culpa? Você não acha que está na hora de repensar no seu atos e se tornar um melhor cidadão?


   Grupo:  Ana Carolina Correa
             Andressa Turchetti
             Diéssica Rodrigues
         Vanessa Soares

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Feira do livro

  Do dia 18/11/10 aconteceu em Santiago a Feira do Livro na praça até o dia 21/11/10. Havia várias atrações como apresentações, danças, brincadeiras, pinturas e apresentação da fanfarra . Mas quem marcou o fim da feira  no dia 21/11 foi o Gabriel O Pensador, que cantou para os convidados e deu uma palestra.
  Quem participou da Feira gostou muito, porque foi muito bem organizada e dinâmica!

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Consciência Negra

História do Dia Nacional da Consciência Negra

  Esta data foi estabelecida pelo projeto lei número 10.639, no dia 9 de janeiro de 2003. Foi escolhida a data de 20 de novembro, pois foi neste dia, no ano de 1695, que morreu Zumbi, líder do Quilombo dos Palmares.
 A homenagem a Zumbi foi mais do que justa, pois este personagem histórico representou a luta do negro contra a escravidão, no período do Brasil Colonial. Ele morreu em combate, defendendo seu povo e sua comunidade. Os quilombos representavam uma resistência ao sistema escravista e também um forma coletiva de manutenção da cultura africana aqui no Brasil. Zumbi lutou até a morte por esta cultura e pela liberdade do seu povo.

Importância da Data

 
A criação desta data foi importante, pois serve como um momento de conscientização e reflexão sobre a importância da cultura e do povo africano na formação da cultura nacional. Os negros africanos colaboraram muito, durante nossa história, nos aspectos políticos, sociais, gastronômicos e religiosos de nosso país. É um dia que devemos comemorar nas escolas, nos espaços culturais e em outros locais, valorizando a cultura afro-brasileira. 
  A abolição da escravatura, de forma oficial, só veio em 1888. Porém, os negros sempre resistiram e lutaram contra a opressão e as injustiças advindas da escravidão. 
  Vale dizer também que sempre ocorreu uma valorização dos personagens históricos de cor branca. Como se a história do Brasil tivesse sido construída somente pelos europeus e seus descendentes. Imperadores, navegadores, bandeirantes, líderes militares entre outros foram sempre considerados hérois nacionais. Agora temos a valorização de um líder negro em nossa história e, esperamos, que em breve outros personagens históricos de origem africana sejam valorizados por nosso povo e por nossa história. Passos importantes estão sendo tomados neste sentido, pois nas escolas brasileiras já é obrigatória a inclusão de disciplinas e conteúdos que visam estudar a história da África e a cultura afro-brasileira.
  
Fonte: 
http://www.suapesquisa.com/datascomemorativas/dia_consciencia_negra.htm

Lucas em Ação e Consciência Negra

    Dia 20/11/10 tivemos o Lucas em Ação com várias atividades: torneios, futebol, risoto e brechó. Alunos do turno da manhã e tarde foram convidados para participar desse evento. Foi um dia para refletir a realidade do negro no Brasil e no mundo e sua cultura: dança de capoeira, teatro e outros temas.











Trabalho de campo/ Modo de vida em Santiago

         Depois de andarmos por várias ruas percebemos que Santiago não é tão bem cuidado como parece, há casas bonitas, gradeadas, com jardins e pátios arborizados. Vimos também casas pobres, pátios mau cuidados, ruas com buracos e bocas de lobo danificadas, que prejudicam toda a população.
         Nos perguntamos, por que em uma cidade pequena em relação às outras existe tanta desigualdade social?
         Alguns casos pode ser por falta de um bom emprego para melhorarem suas moradias, outros casos é desleixo, mau cuidado com seus ambientes e um 3° caso pode ser falta de interesse dos órgãos públicos que esquecem dos menos favorecidos.

        Percebemos muitas desigualdades no trabalho que realizamos:  muita sujeira que prejudicam o meio ambiente, terrenos baldios que servem como depósito de lixo, abandono dos espaços públicos, que é de responsabilidade da Prefeitura Municipal, casas abandonadas, falta de calçamento, esgoto a rua fora, etc.
        Aprendemos muito e percebemos que para termos uma cidade limpa e organizada depende de ações concientes do cidadão. Não podemos cruzar os braços e esperar pelos outros ou pelos órgãos públicos. Devemos fazer a nossa parte.

Apresentação do texto recriado O menino na sinaleira/ Luiz Coronel e O bicho/ Manuel Bandeira

 A menina na sinaleira e o bicho do pátio


Há uma menina na sinaleira.
A idade se conta nos dedos das mãos
Há um bicho na imundice do pátio
catando comida entre os detritos.

A menina tem um tribunal
às costas e um shopping à frente.
E em todas as sinaleiras há uma menina.

A menina quer comprar pão e leite, coisa impossível.
O bicho quando achava alguma coisa
não examinava nem cheirava:
Engolia com voracidade.

O coração petrifica-se.

E todos sabem que não há sinal verde
para este país enquanto houver
uma menina na sinaleira.

E o bicho não era um cão, não era um gato, não era um rato.
O bicho, meu Deus, era um homem!

Alunas: Milena, Maíne, Dienifer, Júlia, Mayara e Ariane. 

Semana da criança

     Na semana das crianças aconteceu brincadeiras, teve lanches especiais, a Fanfarra e o tão esperado Show de Talentos 2 só para crianças.

     Foi uma semana muito especial!

domingo, 7 de novembro de 2010

Ficha limpa 2010

    O projeto Ficha Limpa é uma campanha da sociedade civil brasileira com o objetivo de melhorar o perfil dos candidatos e candidatas a cargos eletivos do país. Para isso, foi elaborado um Projeto de Lei de Iniciativa Popular sobre a vida pregressa dos candidatos com o objetivo de tornar mais rígidos os critérios de quem não pode se candidatar - critérios de inelegibilidades. A Lei Ficha Limpa e uma ação de valorização do seu voto!
       O projeto Ficha Limpa circulou por todo o país, e foram coletadas mais de 1,3 milhões de assinaturas em seu favor – o que corresponde a 1% dos eleitores brasileiros. No dia 29 de setembro de 2009 foi entregue ao Congresso Nacional junto às assinaturas coletadas.

       O MCCE, a ABRACCI e cidadãos de todo o país acompanharam a votação do projeto de lei na Câmara dos Deputados e no Senado e, no dia 4 de junho de 2010, foi sancionada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva a Lei Complementar nº. 135/2010, que prevê a lei da Ficha Limpa.
      A aprovação do Ficha Limpa foi possível com mobilização e a pressão popular. É, portanto, uma vitória de todos!
      Fonte:  http://www.fichalimpa.org.br/index.php?op=o_que_e